A caixa

Tranquilidade e sossego, duas palavrinhas quase ambíguas que costumo valorizar muito… Sim, mas tenho a impressão de que só eu! Porque todo o resto do bairro adora funk carioca, katinguelê e calcinha preta no último volume! Amado Batista por aqui deixa Roberto Carlos no chinelo, é pior que mosquito, em toda esquina tem alguém ouvindo, até aí tudo bem, afinal, gosto é igual à bunda, cada um tem a sua e sabe muito bem o que fazer com ela.

Outra observação, ou melhor, outra certeza é que cada ser semi-pensante deste “pacato” local tem seríssimos problemas auditivos, imagino que algo contagioso, pois ninguém ouve o bendito rádio baixo! Ou pelo menos em um volume que não perturbe o bairro vizinho!

Domingo eu estava voltando para casa e comecei a escutar um som, conforme me aproximava da rua de casa ia aumentando, crescendo, se desenvolvendo até que consegui identificar o danado, era Amado! Isso mesmo, o Batista. Cheguei a pensar que o homem estava em pessoa na rua, em cima de um trio-elétrico-demoníaco! Mas para meu espanto, ao virar a esquina vi que não passava de uma maldita caixa de som, “meu Deus, como uma bostinha dessas faz um estrago desses?!” Estava em uma “laje”, virada para a rua – respira fundo – agora me diz – respira beem fundo – pra que diabos o cramunhão sem noção me coloca a porcaria da caixa de som lá em cima, virado para a rua, liga no último volume e simplesmente some, sim porque o imbecil não estava nem perto, acho que deve ter ido arrancar os pentelhos da sogra com o dente em outra cidade e imaginou que se ligasse o aparelho no máximo, conseguiria ouvir… O pior é que estava tão alto que deve ter tido sucesso!

Como se não bastasse, ao passar em frente à dita casa, automaticamente meu cérebro ligou o rec. e gravou parte da maravilhosa música que estava tocando, percebi isso quando entrei no apartamento e a única coisa que me vinha à cabeça era: “Maldito sem noção!.. O meu endereço tá na internet… Maldito sem noção!.. Click para amado@.com … Maldito sem noção!!” E o pesadelo me perseguiu pelo restante do dia:

O meu endereço tá na internet
Click para amado@.com
Vamos resolver
De vez o seu futuro
Sou um homem maduro
Sou um homem bom
Que quer uma amiga
Uma companheira
Uma amada amante
Uma namorada…

Além de tudo, o cara não sabe o que quer, é amiga, companheira, amante, namorada, misericórdia meu filho, resolve isso logo, se decide!

Dois dias depois consegui deletar a música da minha HD cerebral.

Substituí por: “Preparou, bebeu, faaz”…

Obs: Me arrisco a dizer que “Café Seleto” foi para a minha geração o que “Preparou, bebeu, faz” será para esta.

Anúncios
Esse post foi publicado em Posts e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para A caixa

  1. Ana Lúcia disse:

    afff… amado batista ninguém merece, katinguelê também é terrível heim, será que o nome é derivado de katinga? heheheheheheheheh

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s