King-Kong Modafoca!

Fico abismado como somos imbuídos a cometer micos em público, em alguns casos verdadeiros vexames, situações ridículas que de alguma forma ou por alguma razão, estamos bem no meio dela. Ok, para explicar melhor, começaremos com a classificação básica dos micos:

  1. Mico mico – Você fica com vergonha na hora, mas ainda consegue dar risada da situação.
  2. Chimpanzé – Depois do baque você permanece sem jeito, mas algum tempo depois retoma a rotina.
  3. Gorila – O embaraço é completo e pode durar dias, meses, em alguns casos até por anos.
  4. King Kong Modafoca – Cada vez que você lembra é inevitável a ruborização facial e cresce uma vontade incontrolável de sair correndo, se enfiar embaixo de uma mesa, abraçar os joelhos e ficar balançando freneticamente… É passado por gerações e gerações.
  5. Godzila Rules – Os sintomas desta classificação ainda são desconhecidos, só o que se sabe é que suas “vítimas” nunca mais foram vistas em público.

Pois bem, meu King Kong Modafoca aconteceu durante o tempo que trabalhei em pronto socorro (não, eu não era médico, nem enfermeiro, nem auxiliar ou técnico de enfermagem, apenas um peão da recepção), quando ainda era bem novo, solteiro, sem compromisso, garoto de tudo, certo dia entrou uma garota muito bonita, cabelo comprido, boca carnuda, me chamou a atenção, estava de muleta, perna engessada, seguiu em minha direção e olhando fundo nos meus olhos disse: “Oi” e abriu um lindo sorriso, “Onde fica a Ortopedia?” Sem desviar o olhar respondi: “Pode pegar o elevador ao lado, primeiro andar, posso ajudá-la se preferir.” Ela lançou outro sorriso, meio encabulado, agradeceu, virou e seguiu até o elevador, reparei que logo atrás havia um senhor que a acompanhava, por sinal também estava de muleta, cumprimentei e segui com meu serviço, algum tempo depois a porta do elevador abre e lá estava ela, linda, sorridente e agora sem muleta, acenou, atrás vinha o homem que a seguia, ainda de muletas.

 * Dica do Ranheta – Cuidado com o “bom senso” ele pode facilmente ser confundido com o “plausível” e o tal do “plausível” geralmente dá em “merda”. Ex: O “bom senso” diz que pode ser perigoso escorregar sobre uma pedra do alto de uma cachoeira de vinte metros de altura, mas o “plausível” informa que para você parar é só colocar as duas mãos no chão e a “merda” está instaurada quando você percebe que a pedra inteira está coberta de limo!!!

Bem, meu “bom senso” me informava que era “plausível” eu não deixar aquele momento passar em branco – “Preciso falar alguma coisa!” – pensei inquieto naquele sorriso e olhar –  “Vamos meu filho, fala do tempo, da novela, do Biro-Biro, do Benji, vai, rápido, rápido, fala”… Então eis que surge: “Ah, assim não vale, dois subiram de muleta e só um desceu sem?” Silêncio… Senti de repente um clima pesado, desagradável, ela se virou séria – “Como?” Olhei rápido para o homem e percebi que uma de suas pernas era beeem menor do que a outra… “Nada não Sra, com licença, preciso ir ali me jogar em baixo de um ônibus em movimento, tenha um bom dia”.

Anúncios
Esse post foi publicado em Posts e marcado . Guardar link permanente.

Uma resposta para King-Kong Modafoca!

  1. Rogério disse:

    kkkkk…. mto bom!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s